O BRASIL DA DÉCADA


O Programa Ciência no Mar do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações (MCTI) tem por intuito promover a gestão do conhecimento para o uso e exploração sustentável dos recursos do mar. O programa se insere no contexto da Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável, proposta pelas Nações Unidas para o período entre os anos de 2021 a 2030, que busca construir uma base científica de apoio às ações de gerenciamento sustentável do Oceano executadas por diversos países.

A Década do Oceano surge da necessidade de se atuar em prol da saúde oceânica. Tal atuação, por meio de cooperação internacional, busca incentivar a pesquisa científica e as inovações tecnológicas voltadas para a limpeza, segurança e sustentabilidade do Oceano. Mais informações sobre esta década temática e o Plano de Implementação podem ser acessadas no portal Ocean Decade, da Comissão Oceanográfica Intergovernamental (COI) da UNESCO,  Nações Unidas.

No Brasil, o MCTI, representante científico na Comissão Oceanográfica Intergovernamental (COI), da UNESCO, é responsável pela implementação da Década da Ciência Oceânica. Em 2019 e 2020 realizou atividades para preparar o Brasil para a Década, incluindo a Oficina Regional de Planejamento do Atlântico Sul e oficinas nacionais em todas as regiões. Conheça todas as iniciativas realizadas no Relatório de Atividades 2019-2020 do Brasil para a Década da Ciência Oceânica.

A organização e coordenação da Década está fundada no engajamento e na parceria. Esta Década será para todos: cientistas, organizações intergovernamentais e não governamentais, nações e indivíduos, institutos de pesquisa, profissionais e setor privado, povos indígenas e detentores de conhecimentos tradicionais, educadores e estudantes, para recreação e lazer, usuários esportivos do oceano, artistas e muitos outros.

O Plano Nacional para Implementação da Década estará disponível em breve e está em construção de forma colaborativa e participativa. Este será o principal instrumento para planejar as ações que serão executadas ao longo da Década para termos o Oceano que queremos. Integrar processos do local ao global, construídos com diferentes setores da sociedade, é um requisito fundamental para elaborarmos um Plano Nacional que represente a diversidade sociocultural e ambiental brasileira em um contexto global. Assim, o Plano Nacional estará alinhado ao Planejamento Global da Década do Oceano realizado pela COI UNESCO, tanto quanto às nossas realidades locais.

Conheça mais sobre nossas iniciativas acessando os documentos de referência e os vídeos no canal da Década da Ciência Oceânica no Brasil**.

** https://www.youtube.com/channel/UCmYRVH7W0x0ISx5KHakHqGA/featured

Acompanhe as novidades no Youtube Década da Ciência Oceânica – Brasil

** Inscreva-se: https://www.youtube.com/channel/UCmYRVH7W0x0ISx5KHakHqGA/featured